Voar em um avião é uma das formas mais seguras de transporte, mas ainda assim, há um pequeno risco de acidente. Para quem sofre de aerofobia, o medo de morrer em um acidente é constante e pode levar a graves consequências emocionais. Em um acidente de avião, a morte pode acontecer de várias maneiras – impacto, fogo, despressurização ou afogamento.

No momento de um acidente de avião, os passageiros geralmente experimentam um medo extremo, seguido de uma sensação de impotência enquanto o avião cai. A queda pode durar alguns segundos ou minutos, mas o tempo parece se esticar. Os sobreviventes descrevem o barulho ensurdecedor e a turbulência como algo terrível. Alguns passageiros relatam a sensação de que o tempo está passando em câmera lenta, enquanto outros disseram que a queda parecia quase congelar no tempo.

Quando um avião cai, geralmente há um forte impacto com o solo ou com a água. A força do impacto pode matar instantaneamente, causando lesões graves e traumatismo craniano. Em alguns momentos, a morte ocorre por asfixia ou despressurização que faz com que o ar seja sugado para fora do avião.

Os passageiros geralmente estão sentados em seus assentos com os cintos de segurança apertados durante a queda. Isso pode ajudar a reduzir as lesões, mas muitos passageiros são jogados de um lado para o outro dentro da cabine e podem sofrer fraturas e lesões internas. Alguns passageiros tentam se segurar em algo ou proteger a cabeça durante a queda, mas isso geralmente não ajuda muito.

Embora morrer em um acidente de avião possa ser rápido, esse tipo de morte é traumático para os sobreviventes e familiares. Aqueles que sobrevivem a um acidente de avião podem sofrer de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), estando frequentemente ansiosos e com medo de voar novamente.

Conclusão

Morrer em um acidente de avião é uma possibilidade que pode atormentar os passageiros que lutam contra o medo de voar. Embora seja relativamente raro, acidentes de avião podem ser traumáticos e devastadores para aqueles envolvidos. Os sobreviventes muitas vezes precisam de ajuda para lidar com o trauma e superar o medo de voar. É importante lembrar que voar ainda é uma das formas mais seguras de transporte e que a aviação continua a melhorar a segurança e a diminuir cada vez mais o risco de acidentes.